10 dicas para organizar sua viagem de bicicleta

Se você está decidindo fazer o Circuito Desafio de Anita nas férias de julho, mas está sem coragem de colocar o pé na estrada, nós vamos dar algumas dicas para você ter uma viagem tranquila e para que consiga aproveitar cada minuto dessa experiência de cicloturismo.


Foto: Capa do Guia de Viagem

1 – Monte seu roteiro - Escolha por onde você quer trilhar! Existem vários atrativos no percurso do Circuito Desafio de Anita. Baixe o Guia de Viagem disponível para download no site oficial do circuito e escolha os lugares que você não quer deixar de conhecer.


2 – Escolha sua bike - A melhor opção para sua viagem de cicloturismo é a bicicleta que o deixará mais confortável por um longo tempo. Se você for adquirir uma bike saiba que você precisa antes de comprar ter a certeza de que o tamanho do quadro, por exemplo, é um fator determinante para que se adeque a sua altura. Na dúvida procure uma loja especializada que possa apresentar as melhores bikes, e a relação custo/benefício para você. Agora, se você já tem sua bike, mas ainda sente algum incomodo postural ao pedalar por mais tempo, sugerimos um Bike Fit (é o ajuste da bicicleta para o seu tipo físico).


Foto: Prika Lourenço

3 – Cuide do peso da Bagagem - O peso dos alforjes é determinante para você conseguir ter um bom desempenho. Faça um checklist antes de colocar as coisas para dentro. Reveja os itens essenciais e elimine os supérfluos. Concentre-se! É uma viagem de cicloturismo, você passará bastante tempo com a mesma roupa, pois você estará pedalando. Não esqueça também de distribuir bem o peso entre os alforjes para evitar desequilíbrio e acidentes.


4 - Use equipamentos de segurança - Esse é um detalhe muito importante! Capacete e luvas são essenciais. Farol dianteiro e traseiro é o mínimo da sinalização necessária tanto de noite quanto de dia. Não se esqueça de carregá-los antes de sair. De nada adianta tê-los como acessórios de decoração da bike.


5 - Treino anterior a viagem - Faça treinos periódicos antes da viagem. Teste o peso de sua bagagem. Veja quantos quilômetros você consegue pedalar antes de sair para fazer sua viagem. De nada adianta fazer uma quilometragem extensa no primeiro dia e se encher de dores no dia seguinte. Conheça o seu limite! Lembre-se que é um passeio e não uma competição.


Foto: Usobike

6 – Revisão da bicicleta - Se você for comprar uma bicicleta nova normalmente ela já vem revisada. Se você já tem uma, leve para revisão alguns dias antes da viagem e faça um pequeno percurso para ver se está tudo ok. Não se esqueça de levar uma chave multiuso e câmaras de ar. Pneus furam! No Circuito Desafio de Anita você encontrará lojas de acessórios e manutenção da sua bike nas cidades de Tubarão e Laguna.



7 – De olho na previsão do tempo - Fique sempre atento/a às condições climáticas. Faça uma pesquisa antes de sair. Inclua isso na sua programação, porque haverá dia em que a única alternativa será esperar o tempo melhorar.


8 – Veja a opinião das pessoas sobre o roteiro - Existem vários blogs e diários de bordo com dicas de cada lugar. Mas lembre-se: nem todas as experiências são iguais. As vantagens e desvantagens de cada depoimento diferem dependendo da época em que o/a cicloturista passou. Leia ao menos três opiniões do mesmo lugar.


9 – Não esqueça da alimentação e hidratação - Leve sempre bastante água e alimentos que não pesem, mas sejam nutritivos. Barras de cereal, isotônicos, frutas e até aquela paçoquinha é muito bem-vinda.


Foto: Encantos do Sul Viagens

10 – Divirta-se - Planejar é importante, mas não se prenda nessa loucura de detalhes. O cicloturismo tem por característica principal a liberdade. Haverá momentos em que você vai querer apenas apreciar um pouco mais a cidade onde estiver passando, fazer novos amigos e explorar algo que você acabou conhecendo. Então relaxe! Vá com cuidado e curta da melhor forma.